Codim publica relatório de atividades 2016

O CFC possui dois representantes no Comitê, que tem o objetivo de contribuir com o trabalho realizado pelo mercado de capitais

O Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado (Codim) divulgou, recentemente, o Relatório de Atividades do exercício de 2016. O documento apresenta os Pronunciamentos de Orientações elaborados em 2016, com os seus respectivos relatores. Os pronunciamentos possibilitam que os agentes do mercado – como acionistas, investidores, profissionais de investimentos e mídia especializada – solicitem das companhias abertas alternativas eficazes de divulgação de informações.

Criado em 2005, o Comitê tem o objetivo de aperfeiçoar o trabalho do mercado de capitais do Brasil, com o compromisso de oferecer orientação e sugestões às companhias abertas, profissionais de relações com investidores, analistas de investimentos e  investidores.

O Codim tem a missão de elaborar pareceres  de orientação que alinham as Melhores Práticas de Divulgação, estabelecendo princípios básicos e a utilização de recursos tecnológicos compatíveis com as necessidades dos agentes do mercado de capitais.

Além da Apimec e do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o Codim conta com a participação das seguintes entidades representativas do mercado de capitais brasileiro, com dois membros representando cada entidade: Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca); Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Privada (Abrapp); Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima); Associação Nacional das Corretoras de Valores, Câmbio e Mercadorias (Ancord); Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac); Associação de Investidores no Mercado de Capitais (Amec); Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec); Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&FBovespa); Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC);  Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon); e Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (Ibri).

Para acessar o Relatório Codim 2016, clique aqui