CFC participa de solenidade de assinatura de acordo entre Sebrae e BNDES

O Sebrae e o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) assinaram um Acordo de Cooperação, no último dia 17 de janeiro (quarta-feira), na sede do Sebrae em Brasília (DF),  com  ações de acesso a  financiamento, garantia de crédito e orientação empresarial que vai beneficiar até 280 mil empresas de pequeno porte.

A vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do Conselho Federal de Contabilidade, Sandra Maria Batista, representou o presidente do CFC, Zulmir Breda, na cerimônia, que contou com a presença de várias entidades ligadas ao setor.

Para a vice-presidente do CFC, “é um acordo importante com o foco no crédito orientado para os empreendedores e que poderá dar o fôlego necessário, nesse momento, para a continuidade dos negócios. O uso do crédito consciente, com responsabilidade e com aplicação integral no negócio tem impacto direto no desenvolvimento econômico e social de uma comunidade, de um município e, porque não, na retomada do crescimento e geração de emprego no nosso país.”

Sandra Batista e Afif Domingos

 O BNDES abrirá, com essa parceria, uma linha de crédito de R$6 bilhões para empresas enquadradas como microempresas e empresas de pequeno porte. Segundo o presidente do Sebrae, Afif Domingos, “o crédito é o combustível para as micro e pequenas empresas, e nossa batalha é desburocratizar o acesso e conseguir melhores taxas de juros para elas.”

O BNDES, por sua vez, vem  desenvolvendo ações para simplificar, agilizar e ampliar o acesso ao crédito das micro e pequenas empresas. O diretor do BNDES, Ricardo Luiz de Souza Ramos disse que, com o lançamento do Canal do Desenvolvedor MPMW, ocorrido em junho de 2017,  já foram realizadas mais de 25 mil solicitações de financiamento, com efeito multiplicador de mais de 54 mil propostas remetidas aos agentes financeiros  repassadores. “Nos próximos anos estaremos com mais de 50% de empréstimos para as MPMEs e o Canal do Desenvolvedor é o que me habilita a acreditar nisso”, afirma Ramos.

As condições e as taxa de juros para o financiamento foram divulgadas pelo BNDES.