Notícias

Congresso Mundial de Contabilidade: veja os principais momentos2 minutos de leitura

Por Rafaella Feliciano
Com informações de Comunicação WCOA

De 6 a 8 de novembro, Sydney recebeu o Congresso Mundial de Contabilidade, o maior evento internacional da classe. Confira, abaixo, um resumo dos principais momentos:

Abertura

O WCOA 2018 iniciou com uma cerimônia compartilhando a riqueza da cultura indígena australiana onde foram recepcionadas todas as delegações dos 130 países. O maior objetivo do encontro foi compartilhar boas práticas entre visionários e líderes do mundo dos negócios para um avanço econômico mundial.

 

6 de novembro

O primeiro dia foi marcado por temas como inteligência artificial, boas práticas e o futuro da contabilidade. O professor Niall considerou as chances de outra crise financeira global e convocou os participantes a prestar mais atenção ao futuro da economia e como fazer para buscar meios que proporcionem um desenvolvimento sustentável do mundo.  O cineasta indiano Shekhar Kapur realizou uma sessão instigante relacionando a contabilidade com a narração de histórias. De forma lúdica, ele mostrou o papel crucial que as histórias desempenham no avanço dos negócios, conectando equipes e clientes.

A mderadora Holly Ransom com o professor Niall Ferguson

 

7 de novembro

Já no segundo dia, os participantes contaram com a presença da ex-hacker que se tornou especialista em segurança cibernética Keren Elazari. Quão seguro é o seu computador? Ou a sua empresa? Ela mostrou ao público tendências do crime cibernético e como evitar cair nas armadilhas online.

A especialista Keren Elazari

8 de novembro

Riscos globais, futuros choques. Uma das sessões mais esperadas da semana foi o painel compartilhado que contou com o ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon. Com a moderação do jornalista australiano Tony Jones, o debate também teve a participação dos palestrantes Yanis Varoufakis, Alison Martin e Keren Elazari. Eles discutiram sobre Relatório Global de Riscos de 2018, a ameaça da mudança climática e o que ser um cidadão global realmente significa no século XXI. Ki-Moon encerrou a sessão com uma mensagem especial aos contadores: “Certifique-se de responsabilizar seu governo, seus líderes regionais e líderes mundiais pelo desenvolvimento mais sustentável do mundo”.

O ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon