Destaques

CRC e Sefaz/AL tratam sobre funcionalidades de sistemas tecnológicos da secretaria em reunião2 minutos de leitura

Tatyane Barbosa

Fortalecer o relacionamento do Fisco alagoano com as entidades da sociedade civil segue como premissa da Secretaria da Fazenda. Prova disto é que, mais uma vez, se reuniu com a Comissão de Contadores do Conselho Regional de Contabilidade (CRC-AL). O encontro aconteceu na quarta-feira (09) e visou esclarecer as principais dúvidas dos representantes do setor contábil quanto às ferramentas tecnológicas do órgão.

Na ocasião, foram apresentadas as funcionalidades e idoneidade da atendente virtual, Nise; do Programa de Recuperação Fiscal (Profis); do Cálculo Automático e das malhas fiscais. O gestor de cada área mencionada fez uma explanação dos sistemas e sanou os questionamentos existentes.

O superintendente da Receita Estadual, Francisco Suruagy, enfatiza que na oportunidade foi possível demonstrar a acurácia, segurança e praticidade das ferramentas fazendárias, sendo “aprovadas” pelos membros do CRC.

“A Sefaz atua em nome da transparência e do bom relacionamento com o CRC e todas as entidades da sociedade civil, mostrando claramente como funcionam os serviços da Fazenda e, mais uma vez, esclarecendo dúvidas em prol do melhor trabalho em conjunto entre poder público, sociedade civil e contribuintes”, ressalta.

Ainda durante a reunião, ficou alinhado que a Sefaz e o CRC farão turmas, a partir da próxima semana, para aperfeiçoamento e formação dos contadores quanto ao uso desses sistemas.

Para o conselheiro e coordenador da comissão do CRC, Jordão Vieira Junior, conhecer melhor os sistemas foi importantíssimo no intuito de formatar as turmas de aperfeiçoamento e, através de web, contemplar o agreste, o sertão, a capital e a região litorânea.

“Com a capacitação da Sefaz teremos mais facilidade de operar e poder fazer com que os nossos clientes estejam em dia com suas obrigações principais e acessórias, além de facilitar também a vida do contabilista. É um caminho de mão dupla com a Sefaz, a classe contábil e, claro, com o contribuinte. Então, a reunião foi importantíssima e bem esclarecedora”, comemora.