Notícias

Presidente Zulmir recebe menção honrosa da Rede Governança Brasil2 minutos de leitura

Por Luciana Melo Costa
Comunicação CFC

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda, recebeu, na manhã de ontem (16), menção honrosa da Rede Governança Brasil (RGB). O reconhecimento foi concedido durante a segunda edição do Prêmio da Rede de Governança Brasil (RGB) e foi recebido pela diretora Executiva do CFC, Elys Tevania, que também representou o Conselho na ocasião.

O Certificado de Membro Destaque, dado pela RGB ao presidente Zulmir, diz respeito à respectiva atuação e mérito ao apoio às ações e às atividades em prol da sociedade brasileira e fomento da Governança.

Durante o evento foram ainda realizados a entrega dos Certificados de Mentoria em Governança para os Prefeitos, o lançamento do Índice de Governança Municipal (IGOVM) e o lançamento do Código de Boas Práticas em Governança.

1º lugar – No último dia 9, o CFC aderiu formalmente à RGB. Ao realizar o ato, o presidente Zulmir explicou aos presentes que o ingresso na RGB partiu de um convite feito pelo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, para que o CFC integrasse na rede. De acordo com Zulmir, a ideia do ministro era a de aproveitar a capilaridade do Sistema, das delegacias e dos profissionais para disseminar as boas práticas de governança na Administração Pública.

A proximidade com a RGB foi intensificada após o CFC ficar em primeiro lugar entre os Conselhos de Profissões Regulamentadas na pesquisa realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), publicada no Acórdão nº 2.164, que trata do acompanhamento dos índices de governança e gestão dos órgãos da Administração Pública Federal, ciclo 2021 no conjunto dos Conselhos de Profissões Regulamentadas.

A informação foi divulgada pelo ministro do Tribunal de Contas e embaixador da RGB, Augusto Nardes, durante a respectiva participação na reunião ordinária do Fórum dos Conselhos Federais de Profissões Regulamentadas, realizada no dia 23 de novembro deste ano.

A premiação – A segunda edição do Prêmio que teve como objetivo incentivar e reconhecer as organizações públicas federais, que possuam uma “boa” governança para o desenvolvimento sustentado, que incorpora ao crescimento econômico equidade social e direitos humanos.  O evento aconteceu na sede do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) e contou com o apoio do Instituto Latino-Americano de Governança e Compliance Público (IGCP).