Notícias

Representantes do CFC participam de Fórum anual da IFAC, em Nova York2 minutos de leitura

Por Jefté Justino
Estagiário sob supervisão do Decom

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda; o vice-presidente Técnico, Idésio Coelho; e a diretora executiva do CFC, Elys Tevania, participaram do 2020 Chief Executives’ Forum, promovido pela Federação Internacional de Contadores (Ifac, na sigla em inglês), em Nova York, nos dias 24 e 25 de fevereiro. O evento reúne executivos das entidades representativas dos contadores em todo o mundo, como Maria Clara Cavalcante Bugarim, presidente da Associação Interamericana de Contabilidade (AIC) e Francisco Sant’Anna, presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon).

Este ano, além de aprovar o planejamento estratégico da Ifac para os próximos 12 meses, o fórum também abordou temas, como os problemas e oportunidades que cercam a profissão e organizações membros da Ifac, as novas formas de pensar e gerir a profissão, entre outros. “As transformações causadas pelo avanço da inteligência artificial já é uma realidade em nosso dia a dia de trabalho e irão ocupar, gradativamente, espaços hoje preenchidos por profissionais sem as habilidades necessárias a este novo mundo”, refletiu o presidente do CFC, Zulmir Breda. “É por isso que eventos como esse são importantes: para que todos possam debater o futuro da profissão e analisar esses cenários”, concluiu.

Nos dias 26,27 e 28, o vice-presidente do CFC Idésio Coelho e a presidente da AIC, Maria Clara Cavalcante Bugarim, participaram, também, da reunião do Board da IFAC.

Sobre a  Ifac
A International Federation of Accountants (Ifac) é a organização internacional da contabilidade dedicada a servir o interesse público ao fortalecer a profissão contribuindo para o desenvolvimento de fortes economias internacionais. Ela é composta de mais de 175 membros e associados em mais de 130 países e jurisdições, representando quase três milhões de contadores na prática pública, educação, serviço público, indústria e comércio.