Destaques

Presidente e Vice-Presidente do CRCAL tomam posse no Colégio de Vogais da Juceal

O foco do trabalho é o progresso do registro empresarial

Ascom CRCAL com ascom Juceal

O Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas, CRCAL, Paulo Sergio Braga da Rocha, e o Vice-Presidente Técnico e de Desenvolvimento Profissional do CRCAL, José Vieira dos Santos, tomaram posse no Colégio de Vogais da Junta Comercial do Estado de Alagoas, Juceal, nesta quarta-feira (30/01).

O objetivo dos novos vogais é dar continuidade ao processo de evolução do registro empresarial em Alagoas e retomar os trabalhos em prol do empresariado. A reunião extraordinária organizada na sede da Juceal marcou o primeiro contato entre os titulares e suplentes nomeados na última segunda-feira para o novo mandato de quatro anos afim de compor o órgão deliberativo superior, que, dentre outras funções, é responsável pela análise dos processos colegiados.

 

Durante o encontro, o atual presidente da Juceal, Carlos Araújo, deu boas-vindas aos novos membros e ressaltou o trabalho desenvolvido pela Junta Comercial na última gestão, sempre concentrando-se na relação com o público externo.

 

“Se o cliente paga por um produto, ele quer esse serviço bem feito. A Junta Comercial é o órgão responsável pelo registro mercantil e pela própria natureza do serviço, pela exclusividade, nós temos que ser eficientes. Com muito trabalho, chegamos a taxa de 96% de satisfação. Dessa eficiência, o cliente já tomou posse, não aceitando nada diferente disso. Hoje, a Juceal é referência nacional pelos serviços oferecidos e, com certeza, manteremos esse patamar”, ressaltou.

 

Entre as pautas, foi discutida a divisão das turmas de vogais para retomada da análise dos processos colegiados. O plenário é responsável pela análise de aberturas, alterações e baixas relacionadas a cooperativas, sociedades anônimas, sociedades de economia mista e consórcio de sociedades, além de processos ligados a transformações, incorporações, fusões e cisões empresariais.

 

Na reunião, foi decidido, então, que a primeira turma, sendo realizada a cada segunda-feira, será formada pelos representantes da Associação Comercial e do Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas (CRC/AL).

 

A segunda turma, sendo realizada a cada quarta-feira, será formada pelos representantes da Federação da Agricultura do Estado de Alagoas (FAEAL), do Conselho Regional de Administração de Alagoas (CRA/AL) e do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado de Alagoas (OCB/AL).

 

Enquanto a terceira turma, sendo realizada a cada sexta-feira, será formada pelos representantes da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Alagoas (OAB/AL), do Conselho Regional de Economia (Corecon) e Federação do Comércio do Estado de Alagoas (Fecomércio).

 

Como forma de estabelecer um primeiro contato para os novos membros do plenário com os procedimentos e as principais legislações que pautam a análise dos processos, o vogal Fábio de Lima, representante da OAB/AL, que está em seu segundo mandato, ministrará apresentação, na próxima terça-feira, para que, assim, haja uma maior diminuição do volume de processos colegiados pendentes.

 

Além dos titulares e dos suplentes que formam o vocalato da Junta Comercial, estiveram presentes no encontro o procurador da Juceal, Aderval Tenório – designado pela Procuradoria Geral do Estado de Alagoas (PGE/AL) para assessorar o órgão em relação a assuntos ligados ao registro empresarial -, e o secretário-geral da Juceal, Edvaldo Maiorano.

 

“Foi uma reunião muito produtiva. Pudemos conhecer melhor os novos vogais, o funcionamento do trabalho e definir o calendário de atuação do novo Colégio de Vogais da Juceal. Iremos atuar de forma célere e eficiente para que a Junta, os comerciantes, contadores e demais setores envolvidos nesta cadeia possam avançar”, concluiu o Presidente do CRCAL, Paulo Braga.

 

A reunião extraordinária organizada na sede da Juceal marcou o primeiro contato entre os titulares e suplentes nomeados na última segunda-feira para o novo mandato de quatro anos afim de compor o órgão deliberativo superior, que, dentre outras funções, é responsável pela análise dos processos colegiados. Foto: Juceal.