Notícias

Alagoas recebe o seminário sobre Transparência e Controle Social

Por 23/11/2017 outubro 2nd, 2018 Sem comentários

Na ocasião, serão realizados também o V Encontro da Rede de Controladorias do Estado de Alagoas e o 2º Encontro da Rede de Ouvidores de Alagoas

Profissionais da contabilidade, representantes de entidades públicas e sociedade participarão, no dia 30 de novembro, no Ed. Norcon Empresarial, em Jatiúca, Maceió (AL) do Seminário sobre Transparência e Controle Social, do V Encontro da Rede de Controladorias do Estado de Alagoas e do 2 º Encontro da Rede de Ouvidorias de Alagoas.

Os eventos, que esperam receber cerca de 250 participantes, são uma  iniciativa do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e da Controladoria Geral do Estado de Alagoas e contam com o apoio do Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas (CRCAL), da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon) e da Academia Alagoana de Ciências Contábeis (Alacicon).

A palestra de abertura, prevista para acontecer às 9h30, será sobre “O papel das ouvidorias como instrumento de proteção do usuário de serviços públicos” e contará com as presenças do ouvidor-geral da União, Gilberto Waller Júnior; e da controladora-geral do Estado, Maria Clara Cavalcante Bugarim.

Logo em seguida, ocorrerá a palestra “Ouvidorias em rede e a experiência do Programa de Fortalecimento das Ouvidorias” com as presenças do chefe da Controladoria-Geral da União em Alagoas, José William Gomes da Silva; do ouvidor do Tribunal de Contas de Alagoas, Anselmo Roberto de Almeida Brito; da ouvidora-geral da União, ligada ao Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União, Eliane Prado Ishida; e do presidente do Detran/AL, Antônio Carlos Gouveia.

No período da tarde, destaque para as palestras sobre “Solidariedade e transparência fiscal”, com os palestrantes Plínio Feitosa, delegado da Receita Federal; Adriana Andrade de Araújo, vice-presidente do CRCAL; Fabrícia Costa, superintendente do Controle Financeiro; e José Carlos Castro, coordenador do Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas (Focco); e “Transparência e acesso à informação”, que contará com as presenças da superintendente de Correição e Ouvidoria da CGE (AL), Bruna Cansanção de Albuquerque Babosa; do analista da Controladoria Geral da União (AL), Sérgio Stuart; e do secretário de Controle Interno do TCU.

A mesa de honra será composta pelos presidentes do CRCAL, Paulo Sérgio Braga da Rocha; do CRCSP, Gildo Freire de Araújo; do ouvidor-geral da União, Gilberto Waller Júnior; da controladora-geral do estado de Alagoas, Maria Clara Cavalcante Bugarim; do chefe da Controladoria da União em Alagoas, José William Gomes da Silva; do ouvidor do Tribunal de Contas de Alagoas, Anselmo Roberto de Almeida Brito; do presidente da Associação dos Municípios Alagoanos, Hugo Wanderley Caju; e do coordenador-geral do Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas (Focco).

Desde a primeira edição, realizada em abril deste ano, em Manaus (AM), o Seminário sobre Transparência e Controle Social, que passou por nove capitais brasileiras: Palmas (TO), Porto Alegre (RS), João Pessoa (PB), Belém (PA), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Aracajú (SE) e Teresina (PI); já reuniu mais de dois mil participantes entre profissionais da contabilidade, representantes de entidades públicas e sociedade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do CFC (www.cfc.org.br/eventos).

Parceria de sucesso

Durante a assinatura do termo de cooperação entre o CFC e a CGU, realizada em março deste ano, na sede do Conselho, em Brasília (DF), o presidente do CFC, José Martonio Alves Coelho, afirmou que os eventos da parceria fazem parte da missão da entidade, de atuar como fator de proteção dos cidadãos. “Essa parceria é uma possibilidade de promover o chamamento da sociedade para que ela cumpra o seu papel de fiscalizar a aplicação dos recursos públicos”. Ele destacou que não há categoria melhor do que a dos profissionais da contabilidade para fazer esta sensibilização.

O CFC tem experiência em projetos de transparência e boas práticas na área pública. Com o subprograma Rede Nacional de Cidadania Fiscal – Observatórios Sociais, mantido pelo Programa de Voluntariado da Classe Contábil do CFC, o Conselho foi um dos primeiros parceiros do Observatório Social do Brasil (OBS) e está presente em mais de 80% dos 114 Observatórios em funcionamento no País.

A Rede Nacional de Cidadania Fiscal tem o objetivo de estimular os profissionais a liderarem o processo de criação e operacionalização de Observatórios Sociais (OS) nos seus municípios, além de orientar os cidadãos sobre como fiscalizar as compras nos municípios.