Notícias

CFC discute parceria com o Instituto Fenacon sobre certificado digital

Por Rafaella Feliciano
Comunicação CFC

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Zulmir Breda, recebeu, nesta terça-feira (6), o presidente do Instituto da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (IFenacon), Márcio Shimomoto, e o superintendente do Instituto, Taicir Khalil, para discutir sobre a renovação de um acordo de cooperação técnica entre as entidades.

Acompanhado da vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CFC, Lucélia Lecheta, da coordenadora Adriana Guimarães, e da diretora executiva, Elys Tevania, o presidente do Conselho agradeceu a presença dos representantes do IFenacon e ressaltou a importância de parcerias que fomentem o desenvolvimento sustentável da classe contábil.

Integrantes do CFC e Ifenacon discutem renovação de parceria

Márcio Shimomoto explicou, por sua vez, que a ideia é buscar a renovação de um acordo para a emissão de certificados digitais aos profissionais da contabilidade e, também, a inicialização de estudos preliminares sobre o certificado de atributo.

“Queremos continuar oferecendo o certificado digital aos profissionais da contabilidade, por meio dessa parceria existente com o CFC, que, no entanto, necessita de renovação. O Instituto Fenacon está habilitado de acordo com as normas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil)”, explicou Shimomoto.

Durante o encontro, Shimomoto também explicou sobre os cursos a distância de capacitação (EAD) que são oferecidos pela Universidade Corporativa da Fenacon, os quais pontuam no programa de Educação Profissional Continuada. A vice-presidente de Desenvolvimento Profissional, Lucélia Lecheta, comentou sobre o crescimento da educação a distância no País e o desafio para que seja mantida a qualidade do ensino. Segundo ela, dos cursos credenciados no Programa de Educação Profissional Continuada, 15% já são EAD.

O presidente do CFC, Zulmir Breda, disse que o Conselho está à disposição para retomar a parceria, no entanto, ressaltou que são necessários ajustes para a melhoria do acordo. “A ideia é que possamos renovar a proposta ainda no segundo semestre deste ano”, informou.

Foto: César Tadeu