Notícias

CRCAL orienta aos contadores e contribuintes sobre doação de parte do IRPF para o Fundo da Criança e do Adolescente

Por 19/03/2018 outubro 2nd, 2018 Sem comentários

Até 3% do imposto pode ser destinado

Comunicação CRCAL
Com informações do CFC

Muita gente não sabe, mas é possível praticar a solidariedade ao declarar o imposto de renda. O Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas, CRCAL, orienta aos contadores e contribuintes que é possível destinar até 3% do imposto devido ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. Quem doou no fim do ano passado, também pode realizar a doação agora em 2018.

A doação é feita no programa da DIRPF, que emite um Darf para o pagamento. Com esse gesto, o contribuinte pode pagar menos imposto à Receita Federal ou receber um valor maior em restituição no ano seguinte à doação.  As instituições beneficiadas devem estar aptas pela Receita Federal.

Segundo dados da Receita Federal, houve um aumento de 38% no número de doações aos Fundos Municipais, Estaduais e Federal da Criança e do Adolescente, nos últimos quatro anos. Mesmo assim, ainda é baixo. De acordo com a Pesquisa Doação Brasil, realizada em 2015 pelo Instituto Gallup e pelo Instituto de Desenvolvimento Social, menos de 6% dos contribuintes brasileiros utilizam incentivos fiscais para doações.

A falta de informação é a maior causa do número baixo de doações. Por isso que o Conselho Federal de Contabilidade, em parceria com os Conselhos Regionais, realiza campanhas no sentido de orientar aos contadores e contribuintes sobre a destinação de parte do imposto para os fundos. O CFC e o CRCs desenvolvem ações como palestras, acompanhamento de projetos apoiados pelos fundos, campanhas, sensibilização de contribuintes, entre outras atividades, por meio do Programa de Voluntariado da Classe Contábil, o PVCC.

“Muita gente não tem conhecimento sobre as doações de parte do imposto de renda. Por isso, é muito importante que o profissional da contabilidade leve as informações aos contribuintes e incentive as doações aos fundos da Criança e do Adolescente. Assim, podemos garantir um futuro melhor para todos nós”, disse o Presidente do CRCAL, Paulo Sergio Braga da Rocha.