Destaques

CRCAL se reúne com MPAL para tratar sobre o trabalho do Gaesf e faz um alerta aos profissionais contábeis

Promotora de Justiça Marília Cerqueira conversou com os conselheiros e explicou como funciona o uso indevido de dados de contadores por parte dos criminosos nas fraudes

Por Ascom CRCAL

Mantendo o frequente diálogo entre os órgãos, representantes do Conselho Regional de Contabilidade de Alagoas (CRCAL) e do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) estiveram reunidos na sede do conselho, nesta segunda-feira (24/05).

Na pauta, estava a operação “Noteiras”, do Grupo de Atuação Especial no Combate à Sonegação Fiscal e Lavagem de Bens (Gaesf), deflagrada com o objetivo de desarticular uma organização criminosa (Orcrim) especializada em fraudes fiscais, que podem chegar à casa dos R$ 435 milhões, em Alagoas e São Paulo.

 

Na reunião, a Promotora de Justiça Marília Cerqueira explicou como se dava a atuação dos criminosos, falou sobre o trabalho do Gaesf e fez um alerta aos profissionais contábeis sobre o uso indevido dos dados de contadores por parte da quadrilha para executar as fraudes fiscais.

 

A partir do que foi exposto pelo MPAL, o CRCAL orienta aos profissionais que:

Diante dos casos de fraudes constatados pelo MPAL nos quais criminosos estão usando ilegalmente o registro de profissionais contábeis, o CRCAL orienta à classe contábil alagoana para que pesquise a sua situação cadastral no site da Sefaz/AL e verifique quais empresas constam sob responsabilidade técnica no sistema da Secretaria.

A pesquisa pode ser feita pelo site:

cadsinc.sefaz.al.gov.br/ConsultarDadosPessoaFisica.do

Caso haja inconsistência, busque a regularização cadastral junto à Sefaz/AL.

O CRCAL está à disposição para mais informações no Departamento de Fiscalização pelo telefone (82) 3194-3030, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h ou pelo e-mail [email protected]

 

CLOSE
CLOSE