Comunicação Enecon 2019
CRCPI

A palestra intitulada “Estrutura fiscal e tributária brasileira”, ministrada pelo economista e deputado federal licenciado Carlos Moura Benevides Filho, marcou o início da programação científica do 14° Encontro Nordestino de Contabilidade (Enecon), na manhã desta sexta-feira (14).

Benevides abordou, em sua palestra, a dívida pública do Brasil; regulamentos para controle de despesas primárias; resultados primários e nominais do Governo Central; e sobre a evolução dos investimentos públicos.

A programação da sessão da manhã desta sexta-feira também contou com a palestra “O papel do profissional da Contabilidade na aplicação dos fundos especiais”, ministrada pelo contador Tadeu Pedro Viana; um talk show sobre empreendedorismo para jovens profissionais da Contabilidade, ministrado por Fernanda Rocha e Joaquim de Alencar Bezerra; e com a palestra “A busca pela mensuração da eficiência das políticas públicas”, ministrada pelo contador João Eudes Bezerra Filho.

“O investimento público, que é o objetivo maior, deve estar subordinado ao rigor fiscal. Essa é a essência. Mas o ajuste fiscal não é um fim em si mesmo. O ajuste fiscal é você dar ao Estado condições de investir e de reestruturar seus principais setores, como educação, saúde e segurança pública”, comenta.

Paralelamente à programação de palestras do Enecon, também acontece uma Feira de Negócios, com estandes de patrocinadores e dos CRCs da Região Nordeste; além da apresentação de trabalhos científicos.

Participantes no segundo dia do 14º Enecon

O Encontro Nordestino de Contabilidade é sediado pelo CRC-PI e realizado pela Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC), com o apoio do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e dos Conselhos Regionais de Contabilidade dos estados nordestinos. O evento, que está sendo realizado no Blue Tree Towers Rio Poty Hotel, em Teresina, segue nesta sexta (14) e se encerra sábado (15).