Notícias

No Dia Nacional do Voluntariado, conheça histórias de profissionais da contabilidade que fazem a diferença

Por Amanda Oliveira
Comunicação CFC

Desde 2012, Norberto Braga se dedica a arrecadar alimentos para doar às instituições sociais de Minas Gerais que atendem crianças, adolescentes e idosos. O criador e coordenador do projeto Ação Solidária prepara e distribui os kits mensalmente. Para ele, o trabalho realizado significa “cumprir com o dever de ser humano”.

É este o pensamento que motiva Josiane Oliveira, em Pernambuco. Com orientações financeiras, ela ajuda microempreendedores no controle, planejamento e organização dos negócios. “Muitas vezes eles não têm uma orientação contábil e procuram nossa equipe para tirar dúvidas e fazer alguns esclarecimentos. Neste momento, está sendo desafiador, pois a pandemia fez com que os atendimentos aumentassem”, contou.

No Rio de Janeiro, os efeitos da crise gerada pelo novo coronavírus também foram sentidos no trabalho realizado por Sandra Helena Pedroso. De forma remota, ela continua a fazer o levantamento dos fundos do idoso e das crianças e adolescente que ainda não estão regulares no estado e a reforçar os pedidos de arrecadação para os fundos. “Faz toda a diferença poder devolver à sociedade um pouco do que recebi seja no quesito educação e ações de solidariedade”.

Todas essas histórias têm algo em comum. Norberto, Josiane e Sandra são contadores e voluntários. Seja com orientação financeira, arrecadação de alimentos ou mobilização social, eles doam o próprio tempo a serviço de quem necessita.

O Dia Nacional do Voluntariado é comemorado nesta sexta-feira (28). A data é uma ocasião para celebrar àqueles que praticam ações que são de interesse social e comunitário sem receber nada em troca. Desde 2008, a classe contábil conta com um programa específico para fomentar esse tipo de atividade.

O Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC) é composto por quatro subprogramas – Rede Nacional de Cidadania Fiscal – Observatórios Sociais; Educação Financeira; Doações ao Funcriança e Fundo do Idoso; Ações locais de voluntariado -.  O objetivo é sensibilizar os profissionais do setor sobre a importância das ações voluntárias.

Para Elias Dib Caddah Neto, coordenador nacional do PVCC, existe uma semelhança entre o perfil do profissional contábil e do voluntário. “O profissional auxilia os gestores dentro de um processo de tomada de decisão. Consequentemente, acontece a melhoria e o crescimento do negócio. Assim como ele, o próprio voluntário ajuda,em um contexto mais amplo da comunidade, ao agir diante das angústias de determinadas pessoas que estejam passando por alguma dificuldade”.

Pandemia

Enquanto alguns projetos tiveram que se adaptar ao formato online, outros foram criados diante às novas necessidades geradas pela pandemia. Respeitando as particularidades de cada região, o PVCC tem realizado diversas campanhas. Como é o caso da fabricação e doação de máscaras para pessoas carentes e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais da área da saúde. “É neste momento que o voluntariado se mostra mais do que necessário”, afirmou Caddah Neto.

Atualmente, no Brasil, mais de 8 mil pessoas estão cadastradas no programa. Os interessados em fazer parte ou conhecer as ações já existentes devem procurar os Conselhos Regionais. Para maiores informações, acesse: https://voluntariadocontabil.cfc.org.br/