Notícias

‘’O fato de ser mulher não faz a profissional ser menos competente, dedicada ou comprometida’’: conheça Vânia Borgerth, uma das presenças confirmadas no XII ENMC

Por Luiz Henrique Monteiro
Estagiário sob supervisão do Decom

Profissionais renomados da área contábil, jornalistas, artistas e empresários  comparecerão ao XII Encontro Nacional da Mulher Contabilista (ENMC), sendo um prato cheio para o público presente que estiver buscando inspirações para se firmarem no mercado de trabalho. O evento, que vai acontecer daqui a 54 dias, será marcado por palestras e painéis formados por diversas personalidades, entre elas, a contadora Vânia Borgerth.

Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Santa Úrsula (USU), Vânia Borgerth é superintendente da área de Controladoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), integra a aliança International Integrated Reporting Council (IIRC) e, também, é coordenadora da Comissão Brasileira de Acompanhamento do Relato Integrado (CBARI).

A profissional que ganhou o prêmio de Melhor Contadora do Ano, pelo Instituto Mackenzie, em 2012, também possui MBA em Finanças e é Mestre em Administração pelo IBMEC-RJ. O painel que conta com a participação de Vânia no XII ENMC vai tratar do tema ‘’ Relato Integrado – visão da Ifac, BNDES, Banco Itaú, TCU e CFC’’, e está previsto para acontecer no segundo dia do evento (12/9), às 9h.

Talvez uma das melhores profissionais para falar sobre o relato integrado, Vânia conta qual é a importância do documento e como o IIRC incentiva as empresas e instituições a aderirem a esse plano. ‘’Como o Relato Integrado propõe a conexão da informação financeira com a não financeira e, das duas, a informação financeira é aquela que já conta com padrões estabelecidos, o contador tem todo o potencial de contribuir enormemente com o processo de geração do Relato Integrado. Não apenas com a conectividade e evidenciação da informação, mas, principalmente, com sua maior experiência em reportar a empresa e o seu desempenho’’, disse a contadora.

Ainda sobre o tema, Vânia diz que o Relato Integrado é importante, pois acaba com os chamados ‘’silos’’, em que cada unidade de negócio gera a sua parte do relatório sem saber e sem se comunicar com as outras partes, o que acaba resultando em relatórios chamados ‘’colcha de retalhos. ‘’No Relato Integrado, as pessoas envolvidas na geração de informação se encontram, debatem seus tópicos, entendem como estes se relacionam com os demais e têm a oportunidade de contribuir com sugestões criativas. O efeito dessa interação é um relatório mais consistente, sem contradições, sem redundâncias e com uma mensagem construída de forma lógica e facilmente assimilada’’.

Sobre o Encontro Nacional da Mulher Contabilista, Vânia diz qual é a relevância do evento para as profissionais da contabilidade de todo o Brasil. ‘’Como em qualquer profissão, o fato de ser mulher não faz da profissional menos competente, dedicada ou comprometida que um homem. O Encontro é uma excelente oportunidade para mostrar a essas profissionais brilhantes que não devem ter medo de mostrar seu potencial e tomar seu lugar no mercado, oferecendo a elas a oportunidade do aprimoramento profissional, conjugada com o testemunho de profissionais que souberam conjugar seus desafios familiares com uma profissão de sucesso’’, contou Vânia.

XII Encontro Nacional da Mulher Contabilista

O evento, que vai acontecer dos dias 11 a 13 de setembro, em Porto de Galinhas (PE), conta com uma variada programação técnica, atrações artísticas e talk show. A 12ª edição, que traz o lema ‘’Empreendedorismo, Inovação e Sensibilidade: conduzindo revoluções’’, está sendo preparada para receber um público estimado em 1.200 pessoas, entre personalidades renomadas da área contábil, empresários, profissionais, estudantes, professores e autoridades governamentais, para tratarem sobre temas complexos e atuais do mundo contábil.

Para saber mais, acesse o site do XII ENMC.