Notícias

Presidente do CFC participa da abertura do 5º Congresso Pacto Pelo Brasil, que traz quatro semanas de discussão sobre Gestão Inteligente de Cidades5 minutos de leitura

Por Thatyane Nardelli
Comunicação CFC

Teve início nesta terça-feira, 24 de agosto, o 5º Congresso Pacto Pelo Brasil, sob o tema Gestão Inteligente de Cidades, realizado pelo Sistema Observatório Social do Brasil (OBS), com a participação de voluntários por todo o país. Este ano, o evento também homenageia a ex-presidente do OBS, a contadora, mãe e empresária, BeloniceSetoriva, que faleceu vítima da Covid-19, em julho deste ano.

“Tem sido um ano inquieto e duro, mas de superação. A pandemia abalou o mundo e nos acertou de forma direta, nos golpeou profundamente desurpresa, com o falecimento da nossa querida presidente Belonice”, iniciou Ney Ribas, ex-presidente Nacional do OSB e atual coordenador nacional do projeto Força Tarefa Cidadã. “Que você esteja em um bom lugar, minha querida, esse congresso é por você e pelas milhares de pessoas que perderam suas vidas e entes queridos devido ao coronavírus”, reforçou ele, que comandou a apresentação do evento ao lado de Roni Enara, diretora executiva do OBS.

Este ano, o 5º Pacto Pelo Brasil visa discutir e dialogar sobre ações que possam colaborar com a eficiência da gestão pública das cidades, no uso inteligente de recursos, sejam eles humanos, financeiros ou tecnológicos, e que essa evolução esteja sustentada por pilares que fomentem a inovação, a transparência, a ética, a integridade e a participação social.

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda, participou da abertura do evento e lamentou o falecimento da ex-presidente do OBS. “Tivemos uma perda prematura da querida colega Belonice, que vinha gerindo o Observatório tão bem, planejando muitos projetos. Sua perda nos deixa mais motivados parahonrar seu legado, agora com mais energia e seriedade”, disse.

A discussão e a construção da programação têm como foco pautar uma agenda que leve a uma agenda positiva em prol da qualidade na aplicação dos recursos públicos, tendo o cidadão como o centro de tudo. “A definição do lema é essencialmente apropriado para o momento, pois nós precisamos lidar com os problemas dos municípios, que é onde a vida acontece. Por isso, nosso compromisso é melhorar cada vez mais as condições de funcionamento das cidades, passando, essencialmente, pela gestão pública, e tornando também nosso país mais sustentável”, pontuou o presidente do CFC, Zulmir Breda.

Para cumprir esse propósito, a diretora executiva do OBS, Roni Enara, explicou que o Sistema OSB, seus parceiros, voluntários e apoiadores pretendem, com a realização do evento,

capacitar vários profissionais em Gestão Inteligente de Cidades, para que o poder público, iniciativa privada, academia e sociedade civil participem e construam uma agenda de compromisso com o cidadão. “Entramos de vez no mundo digital e queremos que esse evento seja uma vitrine de boas práticas, de boa gestão e governança, de tudo o que vem sido trabalhado dentro da Gestão Inteligente das Cidades no Brasil”, Roni Enara.

Também estiverampresentesna mesa de abertura do evento: Paulo Alvim, secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); o presidente do Conselho Superior do Observatório Social do Brasil, Raul Soares Groppo; o diretor Técnico do Sebrae Nacional,  BrunoQuick Lourenço;  a gerente de Anticorrupção da Rede Brasil do Pacto Global , Ana Luiza Melo;

a coordenadora do Smart Campus Facens, Regiane Relva Romano; o presidente do Instituto MicroPower e Curador do Ecossistema Brasil 5.0, Francisco AntonioSoeltl; e o diretor de Redação da Gazeta do Povo, EwandroSchenkel.

Parceria solidária

Atualmente, o CFC, por meio do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC), mantém o subprograma Rede Nacional de Cidadania Fiscal, juntamente com o OBS.

O programa incentivaos profissionais a liderarem com o processo de criação e operacionalização de Observatórios Sociais (OSs), organizações instituídas e mantidas pela sociedade civil, nos seus municípios. O objetivo é promover a conscientização da sociedade para a cidadania fiscal e propor aos governos locais a adequada e transparente gestão dos recursos públicos, por meio de ações de participação e controle social.

Diferente de outras iniciativas que atuam denunciando erros e fraudes já ocorridas, os OSs agem de forma preventiva, no fluxo dos processos, antes que os recursos sejam gastos.
“Em cada Observatório Social tem um profissional da contabilidade, é um grande exército do bem, que atua justamente na gestão pública. Essa parceria eleva o serviço prestado pelo profissional da contabilidade e, por isso, preciso deixar meu agradecimento a todos que fazem parte do PVCC”, concluiu o presidente do CFC, Zulmir Breda.

Programação

O 5º Pacto Pelo Brasil acontecerá com quatro semanas de programação e, em razão de ser uma proposta de alta relevância em soluções inteligentes para cidades, o Sistema OSB, atento ao momento social e frente ao combate à pandemia em todo o mundo, manterá a edição 2021 em ambiente virtual para que o debate de temas tão prementespara o Brasil e a colaboração desta agenda possamser mantidosem prol da eficiência, da inovação e da integridade nas cidades.

Detalhes sobre a programação, inscrições, palestrantes, serviços, parcerias, investimentos e outras informações estão disponíveis no site Pacto Pelo Brasil: clique aqui e acesse.

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.