Notícias

CFC aprova Plano de Logística Sustentável3 minutos de leitura

Por Lorena Molter

Comunicação CFC/Apex

O Plano de Logística Sustentável do Conselho Federal de Contabilidade (PLS-CFC), do período de 2020/2021, foi aprovado em Reunião Plenária realizada na última quinta-feira (18). A Resolução CFC nº 1.617, de 18 de março de 2021, estabelece as diretrizes e os projetos para a inserção de ações sustentáveis na gestão logística do CFC. As iniciativas previstas no documento seguem a Instrução Normativa nº 10, de 12 de novembro de 2012, da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Para mapear, coordenar e acompanhar as atividades voltadas para a sustentabilidade no CFC, o Conselho estabeleceu a Comissão Permanente de Sustentabilidade e Inovação, formada por funcionários da autarquia.

Os resultados da iniciativa, medidos a partir de indicadores e de metas, os Relatórios de Acompanhamento e as atualizações do PLS-CFC, aprovadas pela comissão e por Reunião Plenária, podem ser acessados na página do Conselho na internet.

Práticas de sustentabilidade e racionalização do uso de materiais e serviços

Para atingir seus objetivos voltados para a sustentabilidade, a Comissão Permanente de Sustentabilidade e Inovação do CFC definiu algumas ações para serem aplicadas no Conselho. As metas e as tarefas envolvem estudos técnicos internos e externos, conscientização de funcionários e adequação de equipamento e de instalações.

Na área de materiais de consumo, foram mapeadas seis atitudes direcionadas ao consumo sustentável: inserção de critérios de sustentabilidade na aquisição de papel, redução do consumo e da aquisição de copos descartáveis, redução do consumo de papel, monitoramento da distribuição de materiais pelo almoxarifado, elaboração de perfil de consumo e configuração de impressoras.

Já nos campos do consumo consciente de energia elétrica e de água e de gestão do esgoto, estão previstas três ações, que são: a redução do consumo de energia elétrica, a aquisição de equipamentos com maior eficiência energética e a redução do consumo de água e da produção de esgoto.

O PLS também contempla alguns procedimentos voltados para a coleta seletiva, como a destinação correta dos resíduos sólidos provenientes das atividades do CFC, o gerenciamento de resíduos sólidos – a partir de campanhas de sensibilização, de comunicação e de capacitação – e a segregação, a reutilização e o monitoramento de resíduos sólidos.

Outros pontos abordados no documento são as compras e contratações sustentáveis, por meio da adoção de um manual de compras sustentáveis, e medidas relacionadas ao deslocamento de pessoal, que incluem o planejamento de viagens a trabalho com antecedência, permitindo a compra de bilhetes aéreos com menores preços, e o estudo técnico para viabilizar a instalação de bicicletários.

Embora, geralmente, associe-se sustentabilidade apenas com o meio ambiente ou com questões financeiras, ela também engloba qualidade de vida no ambiente de trabalho. Nesse sentido, o CFC relacionou algumas iniciativas nessa área visando ao bem-estar de seus colaboradores. Entre essas ações estão: capacitação e treinamento, medidas de segurança e de medicina do trabalho, assistência médica e odontológica (plano de saúde e odontológico), atividades voltadas para a qualidade de vida no trabalho, aplicação de pesquisa de clima organizacional, realização de campanha solidária, de bazar natalino e de campanhas de vacinação contra a gripe e de prevenção e orientação à saúde física, mental e ao bem-estar psicológico. A autarquia também está trabalhando em prol do respeito à diversidade e da prevenção à Covid-19.

Para ler o Plano de Logística Sustentável do CFC, clique aqui.